Inspiração da Semana: Os tatuadores André Cruz e Diogo Ferrari

Bem vindo à nova tag do blog! Aqui pretendo postar toda sexta-feira (ou finais de semana) algo que tenha me inspirado durante a semana. E para estrear a tag com estilo vamos falar sobre tatuagem. Com a proximidade dos 18 anos, já penso há um certo tempo sobre a minha primeira tatuagem e, apesar de ter um pouco de medo da dor, comecei a pesquisar a respeito. Nunca gostei muito do normal e estava a procura de algo que fosse mais artístico e menos a reprodução de uma imagem qualquer, algo que valesse a pena marcar na minha pele não apenas levada pelo alvoroço de finalmente alcançar a maioridade. Foi então que, em meio a blogs, sites e afins, encontrei esses dois tatuadores que fogem totalmente do comum e que acreditam no mesmo que eu: tatuagem é uma arte.

Você já ouviu falar de "trash tattoo"? Bem, foi assim que o tatuador paulistano André Cruz batizou seu estilo. Seus traços fortes e cheios de intuição e sentimento dão ao seu trabalho algo único e foi isso o que mais me chamou atenção. Influenciado por vários estilos e outros artistas, André abusa das cores em suas obras. Aqui estão algumas das minhas favoritas (e você pode ver mais na página do facebook):


Já Diogo Ferrari apostou no "black work" e não usa muitas cores em seus trabalhos. Seus traços são mais geométricos, finos, certeiros e com grande influência tribal. O próprio artista já descreveu sua arte como intuitiva e carregada de emoção. E aqui estão as que mais me chamaram atenção (e você pode ver mais na página do facebook):


Espero que tenham gostado das minhas duas inspirações da semana! Já escolhi a minha arte e espero ter ajudado vocês também! xx

Nenhum comentário

Olá olá! Obrigada por ler o post e sinta-se à vontade para comentar! Não esqueça de voltar para ver a sua resposta, tento responder a todos. E, se você tiver um blog, deixe o link ao fim do comentário, adoro conhecer coisas novas!