A Rainha Vermelha (Victoria Aveyard)

Olá, olá! Como vão vocês? A quem perguntou sobre a prova de ontem: era anatomia e eu estou até confiante, fiquei mega nervosa por ser a primeira prova, mas acho que deu tudo certo, vamos esperar o resultado e obrigada por se preocuparem, vocês são maravilhosos! 

Então, como prometido e como a recepção foi ótima, decidi que vou trazer mais resenhas literárias aqui para o blog e acabei descobrindo que talvez eu sirva mesmo para resenhar livros, haha. O livro que trouxe para vocês hoje é A Rainha Vermelha da Victoria Aveyard, que enrolei tanto, mas finalmente li e terminei no final de semana. Espero que gostem!


"O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe — e Mare contra seu próprio coração."


Mare Barrow é uma exímia ladra, nascida e criada na pobreza do vilarejo vermelho de Palafitas, vivendo sempre a sombra da irmã mais nova. Ajuda e a família de todas as maneiras que pode -- mesmo que eles não apreciem tanto quanto ela gostaria -- e espera firmemente pelo dia em que será irremediavelmente convocada para a guerra. Mas, uma série de eventos leva Mare à situação mais inimaginável: ela é prometida ao príncipe e obrigada a fingir ser uma prateada para seu próprio bem e para o bem de sua família e todos aqueles que ama. 

Não vou mentir, o início foi difícil, simplesmente não consegui me conectar com a protagonista, que continuava a me frustrar a cada ato. Porém, por algum motivo, continuei a leitura em uma certa agonia, esperando pelo momento em que A Rainha Vermelha me arrebataria e esse momento chegou bem próximo da metade do livro. Fiquei fascinada pelo sistema político, onde, diferente de tantas histórias, os mutantes (de sangue prateado) comandam o mundo e não precisam se esconder dele, escravizam os meros mortais (de sangue vermelho) e criam uma era onde a riqueza e a miséria coexistem com uma segregação cruel e escancarada. 

Em uma mistura de diversas sagas famosas diferentes, a autora conseguiu criar uma história nova e um tanto quanto original. Sua escrita às vezes se torna meio corrida e fez com que eu me perdesse entre certos acontecimentos, mas relevei esses breves momentos por estar ocupada demais maravilhada com a maneira com as descrições dos ambientes pelos quais Mare passa e suas sensações, de uma forma que é possível sentir-se ali na pele da protagonista, vivenciando tudo aquilo junto a ela. 

"O mundo é prateado, mas também cinza. Não existem o preto e o branco."

Durante boa parte do livro se tem aquela sensação de já ter visto tudo aquilo antes, uma distopia, um triângulo amoroso, um governo opressor, uma revolução... Mas, esperando tanto o clichê, acabei sendo pega de surpresa. Mare mostra ter uma força muito maior do que se espera e passar por obstáculos e situações que não só dão um aperto no peito, mas fazem com que torçamos por ela, mesmo que ela claramente esteja errada em algumas resoluções. E no fim, acabei me afeiçoando à garota que tanto me irritou, apesar de ter tido uma queda pelo "vilão" da história. 

Com últimos capítulos de tirar (muito) o fôlego e uma reviravolta, A Rainha Vermelha termina com aquele gostinho de quero mais. Sem contar que em muitas cenas marcantes tive aquele desejo de "isso precisa virar um filme!" que não consegui controlar. 

Além de um livro de contos chamado Coroa Cruel, o livro teve sua continuação publicada no Brasil no mês passado, Espada de Vidro já está disponível nas livrarias (e assim que eu tiver dinheiro disponível na carteiro, quero comprá-lo, haha). Todos os livros foram publicados pela Editora Seguinte. 

Nota: 














"stardustlady" no Snapchat

8 comentários

  1. Eu gosto desse tipo de livro e esse parece ser bem interessante.

    Blog Marcy Moraes

    ResponderExcluir
  2. Tô louca pra ler esse livro há um tempinho! A capa me conquistou e a sinopse também!
    Gostei de saber que realmente o livro vale a pena, que a história consegue ser original e marcante, apesar de correr o risco de parecer com outras histórias já existentes. E, claro, amo capítulos finais de tirar o fôlego e com muita reviravolta!
    Ah! Mencionei uma resenha passada do seu blog no meu post novo!
    bjss
    blogtrashrock.com

    ResponderExcluir
  3. Incrível como essa série tem feito sucesso, todos os dias eu vejo comentários na página da editora e é só elogios, e seu post me deu ainda mais vontade de ler!

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei bastante da história apesar de achar que teve idéias inspiradas bem obvias de outras obras, mas mesmo assim a narração dela é boa, e a proposta da história também. quero comprar logo o próxima e o de contos.

    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Elouise!
    Esse livro parece ser ótima, estou louca para ler ele tem um tempão, mas nunca entra no meu orçamento. Que bom que sua leitura foi marcante, adorei a resenha.
    Beijinhos

    Borboletas de Papel
    | Dossiê Cultural

    CURTA A FANPAGE DO BLOG, É NOVINHA ♥

    ResponderExcluir
  6. Temos esse livro e já tá na nossa lista de próximas leituras. A capa é realmente o que mais chama a atenção, tô com receio apenas da história justamente por me lembrar outras obras e não parecer tão original assim. Por isso que essa temática é tão complexa pra mim, eu sempre acabo me decepcionando um pouco. Mas essa resenha agora me deu mais uma incentivada, então tentarei ler sem esse "medo". :)

    Beijos,
    digaileitoresblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu já vi bastante gente falando que esse livro tem um pouco disso e daquilo então imaginava que fosse meio chato ou parecido demais com outros livros mas pelo jeito é bem legal. Eu estou fugindo de séries mas essa é uma que eu tenho vontade de ler. Esses dias o segundo livro estava por 10 dilmas na americanas e eu não comprei. Acabei de me arrependendo. haha

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br

    ResponderExcluir
  8. Já li este livro, inclusive fiz resenha no blog, e amei! Na verdade, o que gosto mesmo é o Espada de Livro, se não leu, leia! É ótimo! Os extras também não deixam a desejar.
    Amei o blog!

    www.insaturada.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá olá! Obrigada por ler o post e sinta-se à vontade para comentar! Não esqueça de voltar para ver a sua resposta, tento responder a todos. E, se você tiver um blog, deixe o link ao fim do comentário, adoro conhecer coisas novas!